Alergia Ocular

É muito frequente no consultório do oftalmologista a queixa de ardência e coceira nos olhos. Esses sintomas são muitas vezes ocasionados pela alergia ocular. Estima-se que entre 15 a 20% das pessoas tenham algum tipo de alergia ocular. O quadro clínico pode variar de uma leve alergia, na qual o paciente tem apenas uma coceira moderada nos olhos ocasionalmente, a uma grave alergia, levando um grande desconforto ao paciente, chegando inclusive a causar danos irreversíveis a saúde visual.

Na maioria dos casos a alergia é ocasionada por poeira, ácaros, mofo, pêlos de animais, produtos químicos, pólen de flores, entre outros. Pacientes com asma, rinite, sinusite ou algum outro tipo de alergia, normalmente, possuem maior facilidade em desenvolver alergia ocular.

Além de coceiras nos olhos, os seguintes sintomas também podem estar presentes no paciente: irritação, vermelhidão, inchaço, lacrimejamento, incômodo ocular e maior sensibilidade à luz (fotofobia).

COMO EVITAR A ALERGIA OCULAR

  • Evite ou reduza o número de objetos com juntem poeira, como bichos de pelúcia;
  • Lave com frequência a roupa de cama;
  • Elimine os ácaros de sua residência, deixando-a limpa, arejada e expor o máximo possível da área interna à luz solar;
  • Substitua a vassoura e o pano de chão por um aspirador de pó, assim evitando que a poeira suba ao limpar a casa;
  • Verifique se em sua residência há infiltrações e se houver veja a melhor forma de retirá-las. Paredes com infiltrações colaboram para o crescimento de mofo;
  • Antes de utilizar, revista travesseiros e colchões com materiais anti-alérgicos;
  • Não utilize o ar-condicionado por muito tempo sem higienizá-lo;
  • Evite coçar os olhos, pois isso poderá causar lesões ao olho ou, até mesmo, desenvolver outras doenças;
  • Sempre higienize e tose seu animal de estimação. Entretanto, mesmo que limpo, ao acariciá-lo, não deixe de lavar as mãos antes de colocá-las nos olhos;
  • Evite ambientes com muito pó, fumaça ou odores fortes; e
  • Não utilize roupas guardadas há muito tempo no guarda-roupas, sem antes lavá-las e expô-las ao sol.

O QUE FAZER NA SUSPEITA DE ALERGIA

  • Nunca se auto diagnostique e muito menos se auto-medique; Pois os sintomas presentes na alergia ocular também são os mesmos de outras doenças. Medicações utilizadas de modo errado podem agravar consideravelmente o estado do paciente.
  • Evite coçar os olhos; e
  • Consulte um oftalmologista, para um tratamento correto e efetivo.

Artigos indicados

X