Hipermetropia

É denominada hipermetropia, ou hiperopia, a deficiência em que olho não refrata a luz adequadamente, formando a imagem após a retina. Entretanto, para uma visão normal, a imagem deve ser formada na retina, nem antes ou depois. Esse efeito faz com que a pessoa apresente dificuldades em definir detalhes de objetos próximos com nitidez, desse modo, dificultando principalmente a leitura.

Hipermetropias Axial e Refrativa

A principal causa da hipermetropia é a malformação congênita da estrutura ocular, na qual o globo ocular normalmente se apresenta mais curto do que o adequado. Esse tipo de hipermetropia é classificada como hipermetropia axial.

Outro tipo de hipermetropia é a refrativa, nela a córnea ou cristalino possuem uma menor curvatura, convergindo a luz de forma errada ao olho.

Sintomas

Embaçamento na visão, principalmente ao ler, dores de cabeça, sensação de peso ao redor dos olhos, lacrimejamento, ardor e fadiga ocular.

Tratamento

Uso de lentes convergentes podem ser utilizadas para corrigir a deficiência da formação correta da imagem.

Há também a cirurgia refrativa, que corrige levemente a curvatura da córnea. Essa cirurgia também pode corrigir problemas como Miopia, Astigmatismo e Presbiopia. Esse procedimento é considerado e baixo risco e não necessita de internação.


Artigos indicados

X